Gap Dong [k-drama]

Se você gosta de dramas policiais, suspense, psicopatas, Gap Dong é minha recomendação.

Gap-Dong_Big.jpg

 

Informações
Título: Gap Dong/ 갑동이 / Gapdongi
Gênero: crime, mistério, melodrama
Transmissão: 11 de Abril – 21 de Junho de 2014
Episódios: 20

Sinopse: 20 anos atrás o pai de Moo Yeom foi acusado de ser o serial killer do caso “Gap Dong”. Por causa da opressiva investigação dos detetives, o pai de Moo Yeom se matou.
Agora, Moo Yeom é um detetive e trabalha para pegar Gap Dong. O estatuto de limitação expirou para o caso do serial killer, mas novas pistas mostram a aparição do assassino e ele planeja pegar ele de uma vez por todas.

Eu preciso admitir que meu maior motivo pra querer assistir esse drama foi o Lee Joon. Conheci o ator (ex-membro do grupo MBLAQ) através do filme Rough Play e realmente gostei da atuação dele. É forte, me deixa nervosa. Os personagens dele são quase sempre bem perturbadores (porque não encontro outra palavra) e é claro, em Gap Dong não foi diferente.

Como eu fiz no último post e pra evitar muitos spoilers, eu não vou falar sobre o enredo do drama em geral e sim sobre alguns personagens, mas é meio impossível evitar um ou outro, então tudo que eu considerar spoiler, estará dessa cor, combinado?

Lembrando que as coisas que vou escrever aqui são opiniões minhas e é bem pessoal. ♥

Vamos começar pelo nosso protagonista, claro.

Ha Moo Yeom

Eu não conhecia o ator Yoon Sang Hyun e admito que me surpreendi. No começo eu demorei um pouco pra me acostumar, mas depois eu passei a realmente gostar do personagem e ele acabou se tornando um dos mais favoritos.

gd3É um personagem divertido e me fez rir bastante, mas também é um dos personagens mais intensos. 

O pai de Moo Yeom acabou morrendo quando todas as acusações sobre os assassinatos em série em Iltan caíram sobre ele e eu já aviso que as cenas são bem fortes, até porque o pai dele tinha um certo tipo de deficiência mental, então eu sempre acabava jogada no chão com as cenas dele.

20 anos depois Moo Yeon, agora conhecido como Monge Louco (pois ele passa a morar num monastério) decide se tornar um detetive, já que o verdadeiro Gap Dong nunca foi capturado e simplesmente desapareceu, o que nos deixa um pouco perturbados, porque nos leva a entender que: ou Gap Dong está morto, ou ele simplesmente conseguiu parar de matar.

Os esforços de Moo Yeon pra pegar o assassino me motivaram muito e ele tinha uma sede de provar que seu pai era inocente que nos prende do começo ao fim.

Oh Maria

É um pouco difícil falar sobre um personagem que você não gostou…

maria-ohBem, não é que eu não gostei. De fato, Maria era uma das personagens mais complicadas do dorama, era meio difícil entender ela e mais difícil ainda era entender todas as personalidades que ela tinha, que na verdade eram bem mais interessantes que a própria doutora Oh e no fim acabava ficando um pouco cansativo e apelativo.

Maria, há 20 anos, foi vítima do primeiro Gap Dong, mas de alguma forma sobreviveu e carrega o trauma de ter presenciado a morte de sua melhor amiga pelas mãos do assassino.

Quando adulta, Maria se torna uma das melhores profilers do país e sua meta é entender porque Gap Dong não a matou e o porquê de a amiga dela ter morrido antes dela se torna um peso na sua consciência.

Ryu Tae Oh

fullsizephoto422765

 

Okay. Não vou controlar aqui. Eu sou muito fangirl do trabalho do Lee Joon como ator, acho que ele realmente dá tudo de si e a interpretação dele é incrível.

A apresentação do personagem acontece dentro da clínica da prisão e a partir daí nós já ficamos muito cientes de que Ryu não é um cara muito normal.

 

 

O dorama não esconde em momento algum que Ryu é um psicopata, porque esse não é o mistério da trama. Desde o momento em que Ryu deixa a clínica, vemos ele refazer os antigos casos de Gap Dong como um imitador e para ele o assassino é um deus, como ele mesmo diz.

Mas mesmo que ficasse claro para nós telespectadores que Ryu era o atual assassino, para os detetives se tornou um grande problema, porque o rapaz era extremamente inteligente e conseguia planejar perfeitamente cada um de seus crimes (e mesmo quando os detetives já sabiam que era ele, era basicamente impossível acusá-lo).

tumblr_n4pajv7jX31sxakcho2_500

 

Mas o que existe de mais interessante nessa obsessão de Ryu por Gap Dong é que na verdade o rapaz está desesperado, ele quer parar de matar e acha que como o antigo assassino supostamente parou, ele também seria capaz.

A partir de um certo ponto Moo Yeon, Maria e Ryu acabando trabalhando juntos (Ryu como um “cão de caça”), na tentativa de pegar o primeiro Gap Dong.

 

Ma Ji Ul

Preciso dizer que eu sou uma fã de Kim Ji Won, de verdade, é uma atriz maravilhosa.

Ma Ji Ul é uma jovem muito cativante e que está diretamente ligada a Moo Yeon e Tae Oh.

No início é meio difícil acreditar que ela vai ter algum papel relevante, porque é uma menina meio maluquinha, chorona e atrapalhada que se mete em problemas quase sempre, mas se Ryu chega perto de se tornar um ser humano, é graças a ela.

Ela é autora de um famoso webtoon chamado “O caminho do monstro” que também acaba se tornando essencial pra desvendar o mistério de quem é o primeiro Gap Dong.

Não existe um relacionamento entre ela e Ryu, mas olha… eu torci muito, porque os dois eram 200x mais cativantes que o casal principal. Ela ajuda muito Ryu de várias formas, e ela acreditava que ele podia se tornar uma pessoa melhor e mesmo quando ele dava sinais de que isso não poderia acontecer, ela não desistia.

Yang Chul Gon

Yang é um cara muito MUITO difícil de lidar…

É meio impossível não ficar com raiva dele no início, porque é ele quem acusa e acredita de forma meio doentia que o pai de Moo Yeon é o assassino dos primeiros casos.

Mas Yang era um profissional muito dedicado e não parou um minuto sequer em suas tentativas de capturar Gap Dong.

Ele inferniza a vida de Moo Yeon durante quase todo o dorama, mas a partir de um certo momento, os dois passam a trabalhar juntos e se ajudarem, e é aí que as coisas realmente funcionam.

Uma coisa que me deixou fascinada nesse dorama é que eu só soube quem era o antigo assassino no momento em que ele foi revelado, já na reta final e foi uma surpresa, porque foi o único personagem de quem eu não desconfiei nem por um momento.

Outra coisa que vale ressaltar é que o drama foi inspirador no caso de assassinatos em série de Hwaseong no bairro Taean, que ocorreram entre 1986 e 1991. Dez mulheres foram estupradas e assassinadas durante esse período de tempo.

 

Mas honestamente, o drama tem muitos pontos que não foram muito bem explicados, como “por que diabos Ryu matava?” e também tem alguns pontos negativos, como

  • O número de vezes que o nome “Gap Dong” é falado. Era verdadeiramente irritante. As vezes o nome era repetido duas ou três vezes na mesma frase.
  • O casal principal não é cativante. Moo Yeon e Maria não me fizeram sentir nada em relação a eles… mas isso, pra quem não se importa muito com o romance dos dramas (principalmente num drama como Gap Dong, onde tem tantas coisas pra se importar), não foi uma grande perca. Mas para compensar esse casal, temos o pseudo casal Tae Oh e Ji Ul, tenho certeza que muita gente vai torcer pelos dois como a idiota aqui fez.

 

Mas mesmo assim é um drama maravilhoso, a trama é muito bem bolada e o suspense me deixou bem nervosa. As cenas dos crimes também eram bem pesadas e tensas.

3a4de6acecb9c3bdc476e92f07e83078

Você pode baixar esse drama no Puri Puri Fansub ou no Siwon Fansub (necessário cadastro em ambos).

Mais algumas fotinhas pra deixar vocês curiosos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s