Voice

Olá! Primeiramente, desculpa pela demora com essa resenha, eu travei um pouco nela, sem falar que meu computador tá uma grande porcaria E TAMBÉM porque eu fiquei com muita preguiça de escrever. Mas agora aqui estamos nós.

O que eu tenho para falar aqui hoje é praticamente uma missão, se considerarmos que é um drama intenso, perturbador e assustador, mas acima de qualquer coisa, um drama espetacular, fantástico e incrivelmente bem bolado (e que vai deixar vocês bem bolados também).

Eu, que sofro de ansiedade (não ansiedade dessas que a gente vê na internet. Ansiedade dessas que a gente tem que tomar remédio pra conseguir viver), pensei que fosse morrer a cada episódio e como eu comecei quando já estava no 6º episódio, eu tentei maratonar pra acompanhar os lançamentos, mas não rolou, só consegui assistir um episódio por dia e ainda assim quase morri. Mas enfim, vamos a resenha de hoje: Voice.

Voice (Korean Drama)-p1.jpg

Drama: Voice
Hangul: 보이스
Romanização: Boiseu
Emissora: OCN
Episódios: 16
Transmissão: 14 de janeiro de 2017 a 12 de março de 2017

Sinopse: Poderia um serial killer perigoso ser levado à justiça? Moo Jin Hyuk (Jang Hyuk) é um detetive espetacular cujo mundo desaba quanto um serial killer mata sua esposa (Cha Soo Yeon). Kang Kwon Joo (Lee Ha Na) é uma das melhores graduadas da acadêmia de polícia que está começando sua carreira no call center da linha de emergências. Quando um telefonema sobre um assassinato brutal chega, Kwon Joo acaba ouvindo a morte do seu próprio pai, um sargento de polícia que havia sido chamado para a cena do crime. Devastada, Kwon Joo vai para os EUA para estudar e retorna à Coreia como uma psicóloga criminal especializada em vozes. Poderão Jin Hyuk e Kwon Joo, juntos, encontrar o serial killer responsável pelas mortes de seus entes queridos?

Acho justo começar dizendo que eu não tinha qualquer intensão de assistir Voice. Sabe quando todo mundo começa a supervalorizar demais um drama? Então… Eu corro dele. Por algum motivo, quase todas às vezes que eu acreditei em vocês, eu acabei odiando o drama (cofcofMoonLoverscofcof).

Felizmente não foi assim com Voice.

Na verdade eu só acabei me interessando pelo drama porque é um dos meus gêneros favoritos (depois dos sageuks) e porque parece que todos os fansubs combinaram que ignorar completamente o drama que eu realmente queria assistir, Rebel: thief who stole the people.

Acabou sendo uma experiência maravilhosa. Voice com pouquíssimos episódios conseguiu agarrar a 4ª posição no meu TOP 5 (que não tem um 5º lugar) e ameaçando fortemente tomar o lugar de Goblin que amém continua em 3º.

Antes de partimos para a resenha, gostaria de já avisar que eu vou soltar muitos spoilers dessa vez, sinto muito, mas eu realmente preciso falar sobre um personagem em especial, e apenas mencionar a existência dele já é um spoiler enorme. Mas não se preocupem, eu vou deixar um grande e visível aviso quando isso for acontecer, assim vocês podem evitar lê-lo, caso ainda não tenham assistido o drama.

Resultado de imagem para voice ocn postVoice gira em torno de Kang Kwon Joo, uma policial que trabalha no call center da linha de emergências.

Kang, quando criança, passou por uma cirurgia que a deixou cega por 2 anos e graças a isso, agora ela tem uma super audição que a permite ouvir coisas que outras pessoas não podem ouvir.

Não, ela não tem nenhum tipo de super poder, Voice não é nenhum Xmen. Kang tem a audição mais apurada, então por exemplo, quando atende uma emergência, ela pode ouvir coisas que estão ao redor da vítima e entender a situação mais rapidamente.

Um dia Kang atende a ligação de uma mulher desesperada pedindo socorro, dizendo que está sendo seguida por um homem. Ela tenta ajudar a mulher, mas acaba ouvindo ela sendo assassinada e consequentemente a voz do assassino.

1.jpg

O que Kang não esperava é que seu pai (também policial) estivesse por perto, pronto para atender a ocorrência. Assim, para o desespero da moça, ela escuta o mesmo assassino matando seu pai.

Resultado de imagem para voice ocn postersBem, o fato é que a mulher que ligou para a central de emergências é Ji Hye, esposa de Moo Jin Hyuk, um famoso detetive cuja carreira está no auge.

Quando descobre sobre isso, o mundo de Jin Hyuk vem abaixo, já que ele ama a esposa incondicionalmente e eles têm um filho ainda pequeno.

Algumas roupas sujas com sangue são encontradas na casa de um homem que é levado a júri pelo assassinato de Ji Hye, mas Kang é chamada como testemunha e ela afirma que a voz do réu não é a mesma que ela ouviu ao telefone.

Enfim o réu é liberado e é aí que Jin Hyuk perde completamente o controle de sua própria vida. Sua carreira, que antes era gloriosa, desaba, e ele não sabe mais o que fazer. Está obcecado com a ideia de colocar aquele que acredita ser o culpado na cadeia.

1.jpg

Já Kang se muda para os Estados Unidos e passa três anos lá, se especializando como uma profiler de voz, e quando volta para a Coréia, está determinada a pegar o assassino de seu pai. Mas as coisas estão complicadas, porque muita gente acredita que ela foi estudar no exterior com o dinheiro que recebeu do acusado que graças ao testemunho dela foi liberado.

1.jpg

Ela volta com a intensão de montar uma equipe chamada Golden Time dentro da polícia. Ela escolhe cada um dos membros dessa equipe, e é claro, Jin Hyuk e seu parceiro Dae Shik estão entre eles.

Essa equipe tem como função atender emergências e resolvê-las em 10 minutos, reduzindo ao máximo o perigo que pode estar correndo a vítima, e esse é um dos pontos que fazem com que Voice seja tão intenso.

Enquanto Kang e Jin Hyuk estão buscando pelo serial killer, vários casos vão sendo resolvidos e todos eles eram muito angustiantes, e o fato de terem que ser resolvidos no menor tempo possível faz qualquer um que está assistindo perder a cabeça, tamanho é o nervosismo que a gente sente.

1.jpg

E é claro, acho que é necessário avisar que todos os casos são bem pesados. Voice é um drama muito realista e chocante. Não rola nem uma pontinha de comédia, nem mesmo romance (pelo amor de deus não rola romance), é angustiante do inicio ao fim. Se quer mesmo assistir, é bom ter um coração forte.


1.jpgEnfim, casos de violência, casos de abuso sexual, sequestros, é muito difícil controlar o nervosismo sabendo que a Golden Time precisa resolver esses casos no menor tempo possível.

Enquanto trabalha junto com Kang, resolvendo esses casos, Jin Hyuk começa a perceber que de alguma forma ela realmente pode ouvir além do normal e começa a acreditar nela também.

Os dois tentam convencer os superiores da polícia de que aquele réu de antes não é o culpado pelos assassinatos, e que podem tentar pegá-lo, mas nenhum dos dois tem uma reputação muito boa para esses superiores.

Assim, decidem juntos, procurar pelo verdadeiro culpado sem a ajuda da polícia.

1.jpg

Muitos personagens em Voice me surpreenderam de uma maneira absurda. Eu realmente não esperava por muita coisa ali, por isso eu acho que ajuda bastante dar dois avisos: não confie em ninguém e não tente descobrir quem é o assassino até mostrarem a fuça dele (eu fiquei tentando descobrir quem era e quebrei a cara).

E a história de Voice é basicamente essa. Ou pelo menos é a única coisa que eu posso realmente contar sobre, sem causar a vocês o desejo de me matar. Como eu disse lá em cima, não acontece qualquer tipo de romance (graças a deus, porque Jin Hyuk amava muito sua esposa, se ele tivesse ficado com Kang, teria sido bem bosta). O drama é totalmente voltado ao suspense e trama detetive / psicopata.

E agora eu gostaria de pontuar algumas coisas que provavelmente vão estar cheias de spoilers, porque eu to afim de surtar sobre alguns personagens e situações, então fiquei com meu lindo e grande aviso de:

anigif.gif

Em primeiro lugar vamos falar sobre Yesung.

Como vocês podem ver ali na minha bio não tem nenhum Super Junior ou qualquer referência a eles, porque não, não suporto e não sou obrigada (kpopper tem mania de achar que todo mundo que escuta kpop tem que venerar os grupos mais antigos, mas eu to pouco me fodendo), mas preciso dizer que o personagem do Yesung era muito apaixonante.


1.jpgOh Hyunho era um gênio em relação a tecnologia (basicamente um hacker, só da polícia) e foi aquele personagem essencial pra quebrar toda a tensão do drama. Ele não é engraçado do tipo palhaço, mas é jovial e parece sempre empolgado. Com Hyunho aprendemos que devemos tomar muito cuidado com as redes sociais em geral.

Eu nunca tinha visto Yesung atuando, mas gostei bastante.


1.jpgSim Dae Shik, o parceiro de Jin Hyuk, foi outro personagem que me cativou muito, principalmente depois que eu descobri a verdadeira história dele.

Desde o início eu sabia que teria alguma coisa errada com ele, cheguei a pensar que ele fosse o assassino (e por isso eu disse pra não tentarem descobrir quem é). Acabou sendo um personagem bem surpreendente e a história dele é bem triste.

1.jpg

O personagem Hwang Kyungil também ganhou um espacinho aqui, embora a participação dele tenha sido bem pequena, porque eu acho que foi um dos casos mais intrigantes que a Golden Time resolve. No geral, o caso nos mostra como traumas psicológicos são perigosos (muita gente ainda não acredita que traumas podem “fazer” psicopatas, mas é exatamente assim que acontece), como muitas vezes as pessoas não são o que parece e sobre como devemos ter cuidado em relação a quem nos relacionamos.

Acho que a história de Kyungil poderia facilmente ser contada em um drama só dele e eu faria questão de assistir.


1.jpgPor fim, o maior spoiler em relação a personagem que você encontrará nessa resenha, mas eu não poderia falar sobre Voice sem falar sobre ele. Lindo, charmoso, rico e doido, completamente doido, e assustador: Mo Tae Gu.

Eu nem sei exatamente como falar desse cara… Só que fiquei muito surpresa. Ele demora um bocado pra aparecer, mas assim que aparece, já fica bem claro quem ele é.

Mas a minha maior surpresa não foi Tae Gu e sim Kim Jae Wook (e minhas amigas que sabem a loucura que eu fiquei quando descobri sobre ele). 

Jae Wook é meu maior amor reprimido (depois de Jung Daehyun) e foi um dos primeiros atores coreanos com quem eu tive contato lá em Antique Bakery (onde ele era tão meigo e fofo e gay).

Foi MUITO assustador ver a forma como Jae Wook deu vida a insanidade de Tae Gu. Era tão palpável e tão real que o medo que eu senti de Tae Gu me assombrou por dias (a ponto de eu não conseguir sair do quarto durante a noite), mas fez com que o ator subisse loucamente no meu conceito.

anigif2.gif

Enfim, Voice é minha recomendação pra você que está procurando por um drama intenso, assustador, mas muito, MUITO bom, que te prende do começo ao fim e te faz sentir cada pontinha de angustia apresentada nele.

Eu baixei do Kingdom Fansub, mas nesse post tem alguns os lugares que legendaram o drama.

안녕~

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s